O futuro da mobilidade: descobrindo inovações que mudarão os smartphones

 

 

 

celular do futuro

O telefone celular do futuro: o que a tecnologia preparou para nós

Você sabia que o brasileiro passa em média três horas por dia no celular? Segundo estudo da Cuponaation, o Brasil é um dos cinco países com maior número de pessoas na tela. Isso prova o que todos já sabem: os smartphones já são uma extensão do nosso corpo. Pensando nos futuros smartphones e na tecnologia preparada para nós, vamos confiar mais nisso.

Para se ter uma ideia, as pessoas olham para seus celulares 63 vezes ao dia e 22.995 vezes ao longo do ano. É surreal? E essa estatística só vai aumentar. Uma coisa é certa: os telefones celulares do futuro funcionarão em redes 5G. Para se ter uma ideia, a Internet 5G em telefones celulares no futuro fornecerá velocidades de 50 a 100 vezes mais rápidas do que 4G. Com isso, por exemplo, assistir a um vídeo em 4K não será um problema.

No entanto, existem outras tendências fortes. Os telefones dobráveis ​​parecem estar voltando, como um flashback. Além disso, os aparelhos mais modernos não terão mais botões físicos. Sensores ultrassônicos substituirão os botões antigos, tornando o dispositivo mais fácil de operar.

Além disso, outro ponto revolucionário do futuro celular é a câmera. A função de tirar fotos e filmar com este dispositivo está se tornando cada vez mais poderosa, e terá cada vez mais realismo. 

Quer saber mais sobre os futuros telefones celulares? Siga esta postagem.

Futuros telefones celulares e 5G: em resumo

Uma das tecnologias que farão parte dos telefones celulares em um futuro próximo (na verdade, já se tornou realidade nos Estados Unidos) é a Internet 5G. Parece que acabamos de entrar no 4G, já estamos caminhando para o 5G, certo? Mas essa transformação será uma tecnologia muito superior. A Internet pode ser melhor do que 4G? Não há dúvida, amigos.

A tecnologia 5G permitirá que os telefones celulares realizem tarefas como transferência de dados em tempo real e reprodução de vídeo em resolução total. Ou seja, em 4K, e sem há interrupção. 5G também promoverá a implantação da Internet das coisas e promoverá a existência de realidade virtual.

Em termos de velocidade da Internet, suponha que você queira baixar um filme da Netflix ou Amazon Prime para assisti-lo no telefone quando estiver offline (por exemplo, em trânsito). Nesse caso, leva aproximadamente 0,6 segundos para baixar o arquivo completamente. No 4G, esse tempo é de 20 segundos em média.

A Internet 5G também permitirá que os dispositivos móveis melhorem o desempenho da bateria. E também amplia o uso da realidade virtual. Por exemplo, isso significa reproduzir vídeo 3D na nuvem.

Feiras de Exposição trazem novidades

Você conhece o Campeonato de Fórmula Um? Um dos principais objetivos deste evento é desenvolver novas tecnologias para a indústria automotiva. Semelhante aos telefones celulares, a CES anual e outras exposições realizadas em Las Vegas são locais onde podemos ver as tendências dos dispositivos.

Na última exposição, foram várias novidades. Um deles é um novo conceito de digitação lançado pela Samsung da Coréia do Sul, o tipo selfie. Esta tecnologia projeta o teclado do telefone em uma superfície plana para aprimorar a capacidade de digitação. Para reconhecer o movimento dos dedos, um sistema de inteligência artificial é usado. A empresa ainda estuda a implantação dessa tecnologia em smartphones.

Na exposição, também podemos ver o milagre da câmera e da duplicação da resolução. Em outras palavras, os futuros telefones celulares, pelo menos os telefones de nível superior, terão nada menos que quatro câmeras traseiras e muitas câmeras frontais.

O TCL 10 Pro, por exemplo, apresentado no evento, apresenta câmera traseira de 64 MP. É muita resolução.

 

Os telefones do futuro não terão botões

Ao longo dos anos, vimos o número de botões em telefones celulares desaparecer. No passado, exceto para o volume, botões liga / desliga, etc., cada número tinha uma tecla de discagem. Hoje, telefones celulares com um ou mais botões físicos são raros. A tendência é que o botão desapareça completamente em pouco tempo.

A Ultrasense é uma das empresas que usa sensores ultrassônicos em vez de botões físicos. Portanto, o telefone celular pode ter uma superfície de vidro contínua ou outros materiais sem saliencias ao sair da fábrica. Isso facilita a fabricação de dispositivos à prova d’água e à prova de poeira.

Os sensores ultrassônicos também podem medir a intensidade do toque. Em seguida, ative as diferentes funções do dispositivo. É como ligar e desligar, acionar a câmera ou ajustar o volume. Os jogos para celular também serão favorecidos, pois qualquer área da tela pode ser usada como um botão, até mesmo a parte lateral e traseira do aparelho. Incrível, não?

Novas tecnologias que batem à porta

Hoje, existem telefones celulares que são carregados através da tecnologia sem fio. Ok, mas carregando pelo ar? Por exemplo, a Startup Energous está desenvolvendo uma maneira de enviar energia por ondas de rádio para carregar dispositivos como smartphones. Adeus, fios!

Celulares dobráveis

O primeiro lote de telefones flexíveis começou a ser revelado na última CES Las Vegas Expo, como mencionamos acima. Estudos têm demonstrado que, por meio de um circuito expansível, o display do dispositivo pode ser colocado em qualquer lugar que o usuário desejar. Teremos alguns desses telefones no mercado este ano.

Telas à prova de quase tudo!

Não brinque, as telas dos futuros celulares serão quase inquebráveis. Afinal, nada é mais desagradável do que quebrar a tela de um aparelho novo. Isso será obtido testando uma série de materiais resistentes ao impacto que não quebram com o impacto, mas podem entortar. Outra opção é o vidro de diamante sintético – esta é a pedra mais dura do mundo. Existem homens.

Resolução 6K e 8K

Já estamos atentos à entrada de TVs com tecnologia 6K ou até 8K. O mesmo acontece com os telefones celulares. Isso irá promover recursos relacionados à realidade virtual, que são muito adequados para jogos.

Zoom alienígena

Não podemos deixar de falar sobre o poder das futuras câmeras de telefones celulares. Além da alta resolução que pode capturar imagens com impressionante fidelidade de detalhes, o zoom também é excelente. Alguns telefones celulares, como o chinês Huawei, já possuem ótimos recursos de zoom e podem capturar fotos em close da lua.

Digitação com a mente

Para finalizar nosso post sobre as características dos futuros telefones celulares, o melhor será digitar por meio da transcrição do pensamento. Usando sensores, isso se tornará possível. O Facebook, de propriedade de nosso amigo Mark, aprovou um grupo de cientistas para remover esse recurso do papel.

smartphones do futuro

 

 

Zap Ofertas Net
Logo
Enable registration in settings - general
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0