Reviews

Samsung Galaxy Z Flip: dobrável e sem exageros

Samsung Galaxy Z Flip

Samsung Galaxy Z Flip Review

A tela dobrável do Samsung Galaxy Z Flip é convincente, assim como o desempenho. Mas obter tudo isso é caro, muito caro.

No Galaxy Z Flip, a ideia da Samsung é fazer uma tela dobrável com uma tela grande, mas que pode ser colocada no seu bolso. O que é surpreendente sobre este modelo é que ele é muito bem construído, tem uma pegada forte e não parece se desfazer em suas mãos.

PROS:

  • Boas câmeras
  • Dobrável (e divertido)
  • Compacto, mas não frágil
  • Desempenho top de linha

CONT:

  • Duração média da bateria
  • Carregamento lento
  • Tela da tampa externa pequena

O Galaxy Z Flip foi lançado internacionalmente em fevereiro de 2020 e no Brasil no próximo mês.Atualmente é a melhor dobradeira do mercado, mas toda a categoria ainda não está madura.

 

Desgin

O design do Z Flip e do Motorola Razr é atraente porque se parece com o antigo flip phone que fez sucesso ali. Além disso, este método de abertura e fechamento é mais prático, e o volume do telefone é reduzido pela metade quando fechado.

A estrutura da dobradiça é muito boa, nenhum ruído será emitido durante o movimento. A Samsung disse que se você usá-lo com mais cuidado, o Z Flip pode ser dobrado cerca de 200.000 vezes ou usado na vida real por cerca de 5 anos.

No teste, a ferramenta de saúde mostrou que eu desbloquei (ou seja, desdobrei) o telefone 70 ou 80 vezes por dia.

Mas uma coisa: apesar da boa estrutura, não tive coragem de tirar o celular dobrável na praia, embora a Samsung explicasse que existe uma espécie de “escova” dentro do aparelho que pode ajudar a “varrer” a poeira quando você abre o telefone.

Além disso, é importante lembrar que o Z Flip não tem classificação à prova d’água ou à prova de poeira. Sim, é outro telefone com mais de 8000 reais sem IP68.

Era 1990/2000, para abrir o aparelho com uma mão, mas não tão fácil, até porque o telefone é caro e não quero que saia voando da minha mão.

Depois de dominar as habilidades de movimento (e um pouco de força) do punho até que funciona, ainda acho que é mais seguro abri-lo com as duas mãos.

E, claro, desligar o telefone virando o flip é um pouco irrelevante em 2020, embora seja muito agradável.

samsung z flip

A capa que acompanha o Z Flip para proteger a tampa traseira de vidro é dividida em duas partes. É muito frágil, mas funciona, embora possa facilmente sair do aparelho para o meu gosto.

Ele não possui um conector de fone de ouvido de 3,5 mm. No lado direito do dispositivo, temos as teclas de volume e leitor de impressão digital, que estão localizados no botão liga / desliga; do lado esquerdo é o slot do chip; na parte traseira (ou na frente quando fechada), as câmeras duplas compartilham espaço com a tela de 1 polegada, que pode ser equipada com Alguns avisos que vieram, mas não foi 100% bem-sucedido.

Você pode ver algumas informações importantes esperando dentro do aparelho para controlar a reprodução de mídia, mas não funciona bem para ler o texto porque precisa ser um pouco maior, assim como no Motorola Razr.

A tela externa também funciona como um visor de selfie, mas você não pode ver a imagem inteira, por isso é um pouco estranho. A vantagem é que você pode tirar uma selfie com a câmera traseira, que é melhor do que a frontal.

Vidro flexível?

Outro grande diferencial prometido pelo Z Flip é a tela de vidro dobrável, pois as outras soluções são feitas de plástico. No entanto, a Samsung explicou que a tela AMOLED de 6,7 polegadas é feita de várias camadas de plástico e tem vidro ultrafino de 0,03 mm de espessura – um pedaço de sulfito tem o dobro da espessura.

Este material não é resistente a arranhões, mas estará protegida quando o telefone for fechado e você pode mantê-la longe de arranhões no seu bolso ou carteira. Além disso, é muito agradável ao toque, semelhante ao vidro “normal” do smartphone, sem a textura de plástico.

Mas, claro, há uma coisa que você não pode ignorar na caixa dobrável: os vincos na tela.

Aqui, devido ao eixo horizontal, não é tão atraente quanto o Galaxy Fold, o que o faz ocupar uma área muito menor na tela. Deslize o dedo na tela e você sentirá a marca, você pode ver ali de acordo com o ângulo, quando a tela estiver muito em branco, você vai sentir que a dobradiça não está totalmente aberta, mas está.

E devo admitir que vinco é igual a entalhe: você não gosta, incomoda no meio da tela, mas com o tempo você vai se acostumando.

Se você deseja comprar o Z Flip e já está considerando um filme para proteger a tela do telefone, observe que a Samsung avisou que o uso de proteção de terceiros pode invalidar a garantia do telefone.

Quando se trata da qualidade da imagem do monitor, as cores são brilhantes e o ângulo de visão é realmente agradável. Além disso, o brilho é suficiente para ver sob o sol não é muito difícil, afinal, ainda estamos falando sobre a tela da Samsung.

Mas essa proporção próxima a 22: 9 é um pouco estranha e alguns aplicativos podem ser dimensionados de forma adequada. Por exemplo, existem barras pretas acima e abaixo do stories do Instagram.

Desempenho e software

O Galaxy Z Flip vem equipado com o top processador Snapdragon 855+ da Qualcomm, diferente do Motorola Razr 2019, que vem com o processador Snapdragon 710 2018. O preço é exatamente igual ao Z Flip aqui no Brasil.

Como complemento às especificações, o Z Flip possui 8 GB de RAM e 256 GB de espaço de armazenamento interno não expansível.

Usando o dispositivo dobrável da Samsung, posso navegar facilmente entre aplicativos, realizar multitarefas e até mesmo jogar. Não estarei muito focado no desempenho, porque ele traz suas expectativas do Snapdragon 855+ superior.

Em termos de software, ele roda Android 10 com One UI 2.1, tem muitos recursos da Samsung, mas o legal mesmo é o modo Flex, você pode usar o próprio telefone como se fosse um tripé para tirar fotos, por exemplo.

Você só precisa dobrar o telefone parcialmente para ver o conteúdo na tela e mantê-lo equilibrado na superfície. Você pode escolher diferentes ângulos de abertura.

Quando você estiver assistindo ao conteúdo sendo filmado na parte superior da tela, o botão do obturador e outras funções do menu serão exibidos na parte inferior.

galaxy z flip

 

Também dá para gravar vídeo com as mãos livres deixando o celular apoiado, fazer chamada de vídeo e tudo mais. Mas ainda não dá para tirar tanto proveito assim do Flex Mode, a não ser em aplicativos que já foram otimizados para ele, como o YouTube, porém o update com o recurso não apareceu aqui durante os testes.

Quem funcionou bem legal com a otimização foi o Google Duo, que deixa você conversar bem livre sem segurar o aparelho.

Bateria

O Galaxy Z Flip está equipado com uma bateria de 3.300 mAh, que garante até 13 horas de navegação. Aqui, chegamos a um ponto do Z Flip não muito bom. Por exemplo, o Galaxy S20 Ultra tem 5.000 mAh, mas Razr tem apenas 2.510 mAh.

Dá para usar o dia todo sem exageros, afinal não estamos falando de smartphones que privilegiam bateria de longa duração. O carregamento rápido também não é tão rápido: você pode obter mais de 40% da energia da bateria conectando por meia hora com o dispositivo zerado.

O Galaxy Z Flip também possui o recurso Wireless Powershare, que permite carregar outro dispositivo compatível trazendo a bateria para mais perto. Isso é show.

Câmera

Existem duas câmeras na parte traseira, ambas de 12 MP, uma das quais é ultra grande angular. O conjunto é semelhante ao Galaxy S10 e até herda a função de disparo único do Galaxy S20.

Ele tira várias fotos automaticamente para você escolher a sua favorita mais tarde. Você também pode gravar vídeo com lapso de tempo com pouca luz.

No final das contas, o resultado é uma boa foto, sem muita ambição, e o toque um tanto exagerado da Samsung é um pouco diferente dos tons reais que vemos fora da lente. Se você tentar usar o zoom, ficará confuso nos detalhes da imagem.

À noite ou em ambientes com pouca luz, a captura fica um pouco embaçada, mas o modo noturno “joga” a luz e fornece um efeito de exposição mais artificial.

 

A câmera frontal de 10 MP possui uma abertura de f / 2.4 e está localizada no meio da tela. A foto sai muito clara, você pode escolher um modo mais amplo e outro recorte para ficar mais perto do rosto.

Mas vale lembrar que você também pode usar o grande angular na parte traseira e a pequena tela na tampa para tirar selfies com mais pessoas no quadro.

Conclusão: vale a pena?

Há  um ponto de análise muito importante e bastante maduro: é muito interessante ficar ligando e desligando o aparelho.

Em uma era em que o distanciamento social aumentou muito o uso de recursos de vídeo chamada, essa opção de deixar o telefone sem suporte sem ter que segurá-lo o tempo todo é excelente. Dê o máximo à sua criatividade e é legal tirar fotos apoiando o Z Flip e abrindo-o em ângulos diferentes.

A economia de espaço na bolsa também é um ponto positivo.

Mas a realidade é: nada disso mudará sua vida. Sim, o Galaxy Z Flip é de longe a melhor escolha no mundo dos modelos flip. Ele tem o hardware mais avançado, rápido, suave, bem construído, compacto – mas não frágil – e possui uma câmera legal.

Se você realmente deseja ter uma tecnologia diferente no bolso, se deseja atrair a atenção das pessoas ao seu redor ao usar o telefone, etc., vale a pena gastar tanto dinheiro.

A experiência do usuário é muito legal e não decepciona, mas pode não ser primeira escolha para comprar equipamentos de última geração lançados recentemente.

  • Produto
  • Ficha Técnica
  • Ofertas
Smartphone Samsung Galaxy Z Flip 256GB 4G Wi-Fi Tela 6.7'' Dual Chip 8GB RAM Câmera Dupla + Selfie 10MP
Adicionar a lista de desejosAdicionado a lista de desejosRemovido da lista de desejos 0
Adicionar para comparar
Marca

Tipo

 

 

Zap Ofertas Net
Logo
Enable registration in settings - general
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0